Gênova, Ligúria – Itália

A “Bella Italia” não decepciona. Qualquer cidadezinha encanta, qualquer trajeto é cênico, qualquer igrejinha surpreende quando entramos. Viajar pela Itália é sempre um exercício para o pescoço – para alcançar com a vista todos os detalhes desta ou daquela estátua – e para as cordais vocais – porque falar mais alto que os italianos não é fácil. Hora também de esquecer a dieta. Come-se e bebe-se bem. Muito bem.

Neste verão europeu, apesar das inconveniências da alta temporada do continente mais visitado do mundo, resolvi me aventurar pela região da Ligúria, na costa noroeste da Itália.

Com um pouco de organização, aproveitar esta região do Mediterrâneo pode ser mais barato do que muita gente imagina.

A Ligúria é a Riviera Italiana, continuação da aclamada Riviera Francesa (a Côte d’Azur). Menos glamurosa que a vizinha, a parte italiana da Riviera ganha em charme, autenticidade e carisma (tente sorrir na chique St. Tropez e você verá a reação dos franceses). A Itália respira lirismo e a impressão que a gente tem é que Roberto Begnini vai aparecer em alguma janela, de alguma viela, gritando “Buongiorno, principessa!”. Já que isso não acontece, perambular tomando um sorvete com o Mediterrâneo ao fundo já vale a viagem!

Como eu cheguei à Itália por Milão, decidi começar a viagem com Gênova, a capital da Ligúria (entre Milão e Gênova há trens quase a cada hora e o trajeto dura menos de duas horas. As passagens podem ser compradas por €9, 23 reais, no site http://www.trenitalia.it. Recomenda-se comprar com antecedência na alta temporada).

Muita gente fala mal de Gênova, mas eu amei. Foi uma grata surpresa no comecinho da aventura pela costa italiana. O centro histórico é considerado o maior da Europa e está muito bem conservado.

Há muitas opções de hotel e apesar de não ter reservado com antecedência, consegui quarto duplo por 60 euros (150 reais), com ar-condicionado. Como encontramos? Saindo da estação e caminhando 20m. Há muitíssima opção de acomodação e acho quase melhor checar no local, já que os preços e a qualidade do serviço variam muito também. Como a ideia era passar somente um dia em Gênova e sair no dia seguinte cedinho, escolhi um hotel do lado da estação de trem Piazza Principe, que também conta com linha de metrô.

Imperdível para um dia em Gênova:
1) comer focaccia di Recco

2) andar pelo centro histórico, tombado pela UNESCO em 2006. São dezenas de palácios dos séculos XVI e XVII, um do lado do outro. Para ver a lista completa, acesse o site inolli.com

3) Porto Antigo: perto do centro histórico; vale a pena caminhar pelo porto da cidade e saudar o Mediterrâneo. Guardando as proporções, a região lembra um pouco o Rio de Janeiro, com um viaduto pouco estético cortando a paisagem. O Aquário fica nesta parte da cidade.

4) Catedral de São Lourenço, o principal edifício religioso da cidade, gótico do início do século XII

5) Piazza Ferrari, com sua magnífica fonte (e passear pelas ruas próximas)

6) comer bruschetta di pesto (na verdade, eu pedia tudo com pesto, típico desta região da Itália)

7) depois desta andança e das comidinhas, a sugestão é pegar o funicular (plano inclinado) Zecca-Righi, inaugurado em 1895, que leva a um parque com vista panorâmica da cidade. Ótimo pro fim do dia. A passagem é comprada no próprio local, custa €1,50 (menos de R$4) e pode ser usada em qualquer transporte da cidade por 100 minutos (ok, taxis não estão incluídos – risos). O trajeto dura apenas 15 minutos e vale lembrar que a passagem só está válida depois de ter sido “marcada” nas maquininhas que ficam na entrada dos transportes. Ter o bilhete e não “marcá-lo”, validando-o, significa multa (se você tiver o azar de que um controlador te pare na Itália, algo muito raro).

Fotos de Michel Costa e Dmitry Kiselev

Se sobrar um tempinho durante o dia, vale tambem conferir a casa onde supostamente nasceu Cristóvão Colombo, aquele que “descobriu” a América. Tudo indica que ele na verdade seja da Córsega, que hoje pertence à Franca, mas a “Casa della Famiglia Colombo” merece uma visita. E é de graça.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios
Categorias: Uncategorized | Tags: , , , , , , | 1 Comentário

Navegação de Posts

Uma opinião sobre “Gênova, Ligúria – Itália

  1. elaine soares pimentel

    Amei!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: