Como viajar de trem pela Rússia

Qualquer mochileiro brasuca de primeira viagem sonha em cruzar a Europa Ocidental de trem, indo de Lisboa a Berlim com aqueles passes que dão direito a utilizar a malha ferroviária europeia. Qual não é a nossa surpresa (e decepção) quando nos deparamos com inúmeros “poréns” – os passes são caros, exigem reserva em determinados trajetos e estão longe de ser a maneira mais confortável para viajar pelo Velho Continente.

Cá entre nós: já faz tempo que é muito mais fácil e barato viajar pela Europa de avião com as companhias de low cost, que mudaram as noções de tempo, distância e valores do continente. Pr’aqueles que ainda veem charme no trem (eu, por exemplo), a Rússia e alguns dos países da ex-URSS rendem deliciosas viagens e histórias. O trem continua sendo o meio de transporte mais popular e econômico

Há alguns meses, fiz o trajeto Moscou-Kiev e por isso resolvi escrever este post. Para a maioria das pessoas, o trem em si já vale a viagem, mas é preciso um pouco de organização.

Primeira dúvida: como e onde comprar as passagens? Sabendo um pouco de russo (o alfabeto, pelo menos) ou tendo um pouco de paciência com o google translate, é possível comprar tudo pela internet, no site oficial das Ferrovias Russas – http://www.rzd.ru. Sei que todos vão ficar buscando a versão em inglês do site. E há!!!! O problema é que na página em inglês não aparece a opção de comprar. Bem, quem quiser saber um pouco sobre os trens russos, pode ser interessante… (risos).

*Atualização: agora o site RZD (www.rzd.ru) tem uma ótima versão em inglês. A vida ficou muito mais simples, viajantes!! Não gastem seus reais com agências on-line. 🙂

“Blogueiro, eu não quero perder meu tempo com o site em russo. O que faço?”. Bem, render-se às agências on-line que podem facilmente cobrar o dobro do valor do bilhete. Se dinheiro não for um problema, sugiro olhar o site http://www.waytorussia.net/Services/Traintickets.html

Os tickets começam a ser vendidos 45 dias antes da data de partida e para os que viajam na alta temporada (julho e agosto ou nas datas festivas), recomenda-se comprar com antecedência para escolher os melhores locais (longe do banheiro, por exemplo). Apesar de muitos trens, trajetos populares como Moscou-São Petersburgo podem esgotar rapidamente.

E quem não quer nem tentar se aventurar nas letrinhas do alfabeto cirílico e nem quer pagar uma fortuna às agências em inglês, o que fazer? Opção 1: sentar, chorar e viajar para a Argentina.  Opção 2: “comprar direto na estação lá na Rússia”, diria qualquer pessoa esperta. Sim, é possível, mas não espere encontrar NINGUÉM que saiba inglês para te ajudar. As pessoas que trabalham no caixa são geralmente velhinhas não muito fofas (as “babushki”) e a chance delas verem o seu desespero e não fazerem o mínimo esforço para ajudar é alto (eu diria que no nível de 99% de probabilidade). Caso você enrole no russo ou tenha um amigo na Rússia, será bem-vindo nas filas das estações do país (mas lembre-se que se for alta-temporada, não deixe de comprar com antecedência). Um outro aviso: seja paciente. Furar fila é quase um esporte olímpico na Rússia. Todo mundo tem “um trem saindo daqui a meia-hora” e os russos pacificamente (ou passivamente) provavelmente deixarão a pessoa passar. Não tente criar confusão e dar lição de moral. Se as pessoas fizerem cara feia pro fura-fila, faça também, reclame com a cabeça e nada mais. Reclamar (sozinho) é um esporte tão popular quanto furar fila, mas não passa disso. E a última dica: leve o seu passaporte, mesmo se for comprar trajetos domésticos.

A seguir, fotos de uma das estações de trem da capital da Rússia – Estação Kievskaya.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Passado todo este blá, blá, blá (que você em breve me agradecerá), chegou a hora de escolher que passagens comprar, que classe no trem e assentos.

Na Rússia, há três tipos de classe, geralmente:

– primeira classe: compartimentos fechados com apenas duas camas, chamados SV (spalny vagon), мягкий (soft, macio) ou люкс (lux, luxo)

– segunda classe: compartimentos fechados com quatro camas, chamados купе (kupê)

– terceira classe: a classe é chamada плацкарт (плац, platzkart) e consiste em verdadeiros dormitórios sobre trilhos, com 54 camas por vagão (não há espaços fechados). Confira as fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Para vocês terem uma ideia dos valores, peguemos o exemplo do trajeto Moscou – São Petersburgo. Em baixa temporada, os preços variam entre 70 e 100 reais na terceira classe, 135 e 190 reais na segunda e 260 e 400 reais na primeira classe. Os preços no site aparecem somente em rublos. Nas estações não é aceito pagamento em dólar, mas é possível pagar com cartão.

A seguir, o exemplo de uma página do site oficial das Ferrovias Russas, simulando uma compra de passagem entre Moscou e São Petersburgo. Cada opção se refere a uma tipo de trem, com seu respectivo horário de saída (Отправление), duração da jornada (В пути) e chegadas (Прибытие). Mais à direita, o tipo de classe e o preço (место/стоимость). Acho que com este guia passo-a-passo, nem é tão difícil assim, não?

Moscow - Peter

Passagens compradas. Como entender o ticket? Bem, não sei se a intenção era complicar a vida de quem não sabe russo, mas a questão é que as passagens na Rússia trazem tanta informação que é impossível não se perder. Com a foto abaixo, aprenderemos a “ler o ticket”:

Изображение 602

– na primeira linha, temos o sublinhado que indica a data da viagem (26.07) e os números ao lado são o horário de partida (16.46). Na mesma linha, à direita, o número que eu envolvi mostra o número do vagão (10);

– na segunda linha, o nome da estação de onde sai o trem (neste caso “москва кив”) e o destino (“киев пасс”).

– na terceira linha, entre as flechas, aparece o número do assento (46 – “места” significa lugar)

– na antepenúltima linha, meu sobrenome em russo – ДА КОСТА (DA COSTA)

– na penúltima linha, o preço total da passagem, com todas as taxas.

Eu sempre viajo de Platzkart e acho super interessante. É relativamente confortável e muito provavelmente vão te oferecer vodka ou ovo cozido no caminho. Tem combinação melhor do que essa? Para viagens mais longas e/ou com pessoas idosas, o “kupe” seria mais recomendável. Aqui vale o bom senso, claro. Eu, por exemplo, não tenho problema com estas coisas burguesas de privacidade então posso viajar dois dias de platzkart sem problema. Mas não sei se a sua avó ou namorada curtiriam a aventura. Outro detalhe MUITO importante: os vagões da classe platzkart não têm ar-condicionado. E o verão na Rússia, diferentemente do que muita gente diz, não é como o inverno brasileiro. Faz calor e os trens não tem janelões, somente janelinhas minúsculas que evidentemente não dão conta do recado. Se o objetivo for economizar, vá de platzkart mesmo e tome isso como uma experiência pré-inferno. Pode ser divertido.

Dúvidas práticas:

– Roupa de cama: se for um trem noturno, diga pra caixa que você quer o ticket “c бельём” (s belyom – com roupa de cama). Mas a caixa provavelmente nem vai te perguntar. E como acho que você não vai se arriscar a tentar comprar na estação, fique atento ao site RZD pra marcar que você quer com roupa de cama. De qualquer maneira, caso esqueça, é possível comprar direto no trem. Custa 111 rublos (cuidado porque já tentaram me cobrar mais!).

– Idioma: aí vai da sorte de cada um. Mesmo nas grandes cidades, encontrar pessoas que falem inglês não é tão simples. Mas a língua de sinais e um sorriso largo brasileiro podem ajudar. Aprenda uma frase: “Я бразилец. Я не говорю по-русски”(Ya brazilets. Ya ne govoryu po-russki – Eu sou brasileiro. Eu não falo russo). Essas simples palavras podem mudar a sua viagem. Mesmo que o russo ou a russa não fale inglês, você vai escutar as referências óbvias – futebol, Carnaval, Pelé (às vezes sai um Maradona também), Isaura (a novela foi o primeiro programa estrangeiro exibido pela tv soviética) e o recente sucesso “Ai se eu te pego”. O conhecimento do russo médio a respeito do Brasil não vai muito além disso e se você tiver centavos de real e/ou cartões postais para dar de lembrancinha, pode ter certeza que uma dose de vodka você ganhará no caminho.

– Comida e bebida: alguns trens possuem vagão-restaurante, mas os russos viajando na terceira classe costumam levar comida de casa pra viagem. Você vai entender o sentido de “farofeiros” assim que pegar um trem no país. É peixe, pão, doce, batata, tudo. E para confirmar o estereótipo, álcool. Cuidado com o nível de empolgação porque os russos geralmente não ficam bêbados com dois golinhos de vodka. Nós, sim. Beba com moderação. Ah! É possível tomar chá na viagem (pagando alguns rublos como serviço de bordo ou de graça, se você levar o seu chá e sua xícara, já que água quente é gratuita).

– Mulheres viajando sozinhas: não há problemas. Basta manter o bom senso.

– Crianças pagam?: De 0 a 4 anos, viajam de graça. Entre 5 e 9 anos, pagam metade. A partir dos 10, pagam o valor inteiro

Espero que este post possa ajudar ao mochileiros na Rússia. E que ninguém desanime. Como eu disse antes, não importe a origem e o destino. Viajar de trem na Rússia é uma super experiência.

Anúncios
Categorias: Uncategorized | Tags: , , , , , , , , , , , , | 63 Comentários

Navegação de Posts

63 opiniões sobre “Como viajar de trem pela Rússia

  1. Paulo

    Cara, além de divertido, mandou bem pacas!

  2. Desirèe Luíse

    Bem bacana seu post. Mas ele foi a gota d’água pra eu desistir de visitar a rússia nesse momento. Sou jornalista, portanto fiz comunicaçao, não consigo imaginar eu lá sem entender absolutamente nada das letrinhas do alfabeto deles, nada é nada mesmo. E se pessoas para falar em inglês. Iria sozinha, mas vou deixar a experiência mais pra frente, quando puder ir com alguém. A chance de me meter em altas frias é enorme.

    Beijo e obrigada!

    • O Mundano

      heheheh Desirèe, mas a ideia era justamente o contrário… hahahaha Venha, venha pra Rússia!!! 🙂

      • JARILSON

        Amigão, você tem e-mail? Cara, quero planejar uma para maio, mas ainda estou apanhando na seleção de passagem para a data, e para ver o preço atual, para o trecho completo (Moscow x Pequim), é isso mesmo? Sabe qual é o preço atual, em Euros ou Dólares? Agradeço!

      • O Mundano

        Ola, Jarilson. Tudo bem? Meu email eh o sandrocfernandes@gmail.com

        Sobre o valor da passagem ateh Pequim, bem, pelo site oficial nao eh possivel ter esta informacao. Eu teria que ir ateh a estacao de trens checar essa informacao, no guiche internacional. Infelizmente, nao terei tempo de ver isso agora porque vou ao Brasil amanha e estou aqui correndo um pouco em Moscou. Mas fiz uma pesquisa e parece que o valor agora estah por volta de 18 mil rublos (208 euros). Eh bom destacar que o cambio do rublo tem variado bastante.

        Com a desvalorizacao do rublo, a passagem em dolares de Moscou ateh Vladivostok estah uma pechincha – 139 USD. O problema eh que o real tambem se desvalorizou bastante. Em real, isso dah uns 550 reais (que eh bastante razoavel pensando que sao mais 9 mil km de trajeto e seis dias de viagem). 😀

        Abs e qq duvida, pode perguntar

  3. Parabéns pelo post!

  4. Muito bom teu texto, Sandro !
    Experiência maravilhosa.

  5. Pingback: Quero fazer a Transiberiana – por onde começar? | O Mundano

  6. Tatiana

    Divertidíssimo… agora… tem q levar a escada de casa pra subir na cama de cima? kkkkkkkk
    Sério… como fazem, não vi escadinha?

    • O Mundano

      Hahah Tatiana, só li isso agora. Na verdade, tem uns lugares pra apoiar o pé e subir. É divertido. :-))

  7. tania

    Muito legal suas dicas. Estou indo agora em Agosto e tentei comprar de SPeter p Moscow, pela RZD. Deu tudo certo, mas a compra c o cartão n fechou, o cartão disse que não recusou nada. Vai entender… Mas valeu!!! As fotos deram uma visão bem legal. LUZ!!!!

    • O Mundano

      Que bom, Tania. Estranho o site da RZD não ter permitido a compra com seu cartão. Eu compro com o meu internacional e funciona. Uma alternativa é o site http://www.tutu.ru. Boa sorte. 🙂

  8. Mônica

    oi! muito interessante o post. Meu plano era viajar mais pela Russia, mas tive que escolher apenas St Petesburg e Moscou. Vou sozinha, confiando nas suas palavras e sem falar russo…

  9. Larisa

    Hei amigo.Me chamo Larisa e estarei embarcando para a Rússia no Natal hahahahah.Vou fazer ai ensinar Português e English para a galera.
    Seria possível você me passar seu email?
    larisa_vs.16@hotmail.com
    Eu gostaria de pegar o trem sim, é legal conhecer coisas diferentes rsrs.Falo bem pouco de Russo,mas acredito que irei me sobressair (:
    Obrigada

  10. Novais

    Ola amigo. Muito legal seu post. Dúvida: se eu comprar um passe de Moscou a Pequin, posso ir parando no meio do caminho?

    • O Mundano

      Perdão pela demora em responder.

      Não existe um passe Moscou-Pequim. Nem mesmo dentro da Rússia. Se você quiser parar, deve comprar passagens individuais pra cada trecho. É uma pena mesmo q não tenha um passe.

      Abraços

  11. Olá,
    Gostei bastante do seu post, vou para Rússia e Ucrânia esse ano e estou colhendo informações. Vou fazer duas viagens de trem: St Petesburgo – Moscou e Moscou – Kiev. Como funciona comprar pela internet? Eu pago e retiro no local? Ou imprimo? Ou os dois? Quero comprar antes de viajar.

    • O Mundano

      Olá.

      Tenho uma postagem sobre os trens: https://omundano.com/2013/01/03/como-viajar-de-trem-pela-russia/

      Acho melhor retirar o bilhete real um pouco antes, na estação. Conte sempre o tempo que pode perder na fila. E o tempo pra encontrar as maquininhas de impreesão dentro das estações. Nem sempre é simples.

      Tem como viajar somente com o bilhete impresso da Internet, mas tem que fazer um registro e sei de casos de pessoas que tiveram problemas nos trens com o E-ticket. Melhor imprimir a passagem tradicional na estação mesmo.

      Boa sorte a boa viagem!!!

      Abraços

      • Obrigada, acabei comprando os e-tickets mas vou imprimir também.

      • Mil anos depois…acho que eles estão mais modernos, em um dos trens entrei só com o e-ticket mesmo, o outro troquei pela passagem em uma maquininha que tinha a opção inglês. Achei fácil mas se a pessoa não sabe inglês nem russo está perdida com a maquininha. Bom, obrigada pelas dicas. Achei a Rússia muito mais friendly do que eu esperava.

  12. Ildete

    Parabéns, Sandro! Adorei, tanto este quanto o post sobre a Transiberiana. Mandou muito bem! Certamente vou precisar dessas dicas quando eu, finalmente, puder realizar o meu sonho de viajar pela Transiberiana. O que mais me assusta é a barreira linguística. Tudo parece muito divertido quando lemos o seu texto mas, na prática, não deve ser fácil. 🙂 Forte abraço!

    • O Mundano

      Olá, Ildete. Que bom que vc gostou. Preciso retormar as postagens. Tem muito mais coisa pra postar dessa Transiberiana. Já já seguimos viagem!!! 🙂 Abração!

  13. Thiago

    Precisa validar o bilhete nas máquinas antes de entrar no trem (como é na Itália)? Há fiscal que multa quem não valida?

    • O Mundano

      Thiago, a Itália é bem chata com isso, né? Eles multam todo mundo com essa coisa de validação do bilhete. Na Rússia, não tem isso. Do jeito que sou esquecido, já teria pago várias multas… hehe

  14. Erivaldo Coutinho

    Muito legal esse essa matéria. Parabens! Estou preparando uma trip pela Transiberiana, só que indo pela Transmongol. Vi seu posto sobre a Transiberiana e também achei muito bom!! Mas estou com um problema no site de passagens da RZD. Não tem valor para a passagem entre Irkutsk e Ulan-Bator. 😦

  15. Viajei de férias em setembro/2014 para St Petersburgo e Moscow e gostei tanto que vou voltar ano que vem. Já comprei a passagem de avião para maio/2015 (bem baratinha) e estou montando o roteiro. Vou de Helsinki para Moscow de avião e volto de trem. Inicialmente, pensei no Sapsan, que é uma maravilha, mas meu orçamento está limitado e repensei um trem noturno para economizar na diária. Então, adorei ter visto suas fotos da terceira classe porque me ajudou muito a excluir essa opção. Quem sabe a segunda, né? Uma dúvida, algum problema em mulher viajar em trem noturno sozinha? Perdão o longo texto. Obrigada e um abraço, Laura

    • O Mundano

      Olá, Laura.

      Eu acho a terceira classe bem bem tranquila, principalmente pra quem viaja sozinho/a. Já pensou vc cair num “kupe” (cabine, segunda classe) com três desconhecidos estranhos? Acho mto melhor ficar na terceira classe, q é aberta e vc não fica “presa” com pessoas que nunca viu na vida.

      Vc perguntou sobre o fato de ser mulher, né? Acho que exatamente por isso, a terceira classe acaba sendo mais segura. Não que haja problemas na segunda-classe, mas como é um quartinho fechado pra quatro pessoas, vc pode acabar ficando mais desconfortável.

      O Sapsan custa uns 4 mil rublos (3x o preço da terceira classe), mas vc vai sentadinha e chega em quatro horas. O porém, como vc mesma disse, é ter que pagar acomodação depois em São Piter.

      Pense nos prós e contras de tudo isso. 🙂

      Abs

      Sandro

  16. Thiago

    Fiz uma viagem de trem há 2 semanas lá na Rússia (St. Peters -> Moscou) em um trem noturno na terceira classe. Tudo funcionou exatamente como relatastes aqui. Até todo mundo se acomodar fica uma muvuca, pouco espaço pra muita gente… foi a parte mais “desconfortável” da viagem. A cama não é nenhuma maravilha, mas eu dormi bem. Cheguei em Moscou descansado.
    Acrescento uma informação importante: a dificuldade que é para subir nas camas superiores, visto que não há escadinha ou algo do tipo. Tem que botar os pés nas camas inferiores e pegar impulso com os braços pra subir… é meio chato. Quem puder pegar cama embaixo, é bem melhor, pois além disso, tem mais espaço para guardar coisas e tal. Em alguns trens as camas inferiores são um pouco mais caras, mas vale a pena pagar a diferença. No trem que eu fui, era tudo o mesmo preço.

  17. IRA PAIXAO

    OLÁ ESTOU INDO FINALMENTE, FAZER UMAS DAS MINHAS VIAGENS DE SONHO, AGORA EM JUNHO, DECIDIMOS FAZER SÓ A RUSSIA E O RETORNO DE AVIAO., DEZESSEIS NA TRANSIBERIANA, É MUITO CORRIDO? MAIS DICAS E SUGESTOES OBRIGADA

    • O Mundano

      Olah, td bem? Que legal que voce vai fazer esta viagem. Eu tb viajei em junho e eh uma epoca otima!! 🙂 Sobre os 16 dias, bem, eu acho beeem corrido, mas se eh este o tempo que vcs têm, pq nao? hehe A ideia eh parar em que cidades? Beijos e vamos conversando.

  18. washington luiz cunha rodrigues

    Olá Sandro! Gostaria de fazer uma pergunta e também venho solicitar algumas informações: em 2018 estou pretendendo viajar para a Copa do Mundo na Russia e gostaria de saber como proceder para economizar com passagens de trem ou ônibus. Primeiramente devo viajar de avião de Salvador/Bahia para Berlin/Alemanha. Inicialmente eu estou pretendendo assistir a um jogo pela Copa do Mundo na cidade de kaliningrado que fica próximo da fronteira da Polonia e próximo do país da região báltica. Como proceder a partir de Berlin embarcar em algum trem que possa embarcar com destino para Kaliningrado ou teria que embarcar para outra cidade da região báltica e em seguida embarcar para kaliningrado, pois verificando no mapa não seria econômico viajar de Berlin para Moscow diretamente ou São Petersburgo, logo eu gostaria de obter uma orientação para viajar de trem a partir de Berlin ou outra cidade da Alemanha, caso seja mais vantajoso para mim. Assim que assistir ao jogo pela Copa na cidade de Kaliningrado, eu pretendo assistir a outro jogo pela Copa do Mundo na cidade de Kaza. Após assistir a dois jogos pela oitavas de final, eu pretendo viajar para São Petersburgo para fazer um passeio pelos pontos turísticos e talvez fique de dois a tres dias e, após passar em São Petersburgo eu pretendo terminar a minha visita a Russia visitando Moscow e, assim que terminar o meu passeio a Moscow, viajo de avião de baixo custo para Berlin e, finalmente, embarco para Salvador/Ba, logo peço algumas orientações para economizar com passagens de trem nessas cidades acima mencionadas, pois vou na condição de mochileiros e pretendo ficar hospedado em hósteis, bem como terei que ligar com muita antecedência para encontrar vagas nos hósteis dessas cidades. Observei nas mensagens de outras pessoas que viajaram em 3ª classe e para mim não é problema, pois estarei economizando os meus Euros ou Rublos. Estou pretendendo encontrar ouros mochileiros que pretendam viajar comigo. O que significa Sapsan? é um trem de alta velocidade? Existem várias empresas de transportes ferroviaŕio na Russia? Qual a média que teria que levar em Euros para ficar 10 dias na Russia? O cartão de débito pré pago é aceito nas passagens de trem, bem como nos restaurantes, bares, pousadas ou hósteis e supermercados ou somente dinheiro? Eu não poderia levar somente dinheiro por questẽos de segurança.Abraços

    • O Mundano

      Olá, Washington.

      Continuando a te responder. 🙂

      – Sapsan é um trem de alta velocidade entre Moscou e São Peterbsurgo. É a maneira mais rápida e mais cara para viajar entre as duas cidades.

      – O trasporte ferroviário é feito pela RZD. http://rzd.ru/

      – A 3a classe (platzkart) é super ok, tudo limpinho e até divertido. É um hostel sobre trilhos.

      – Eu recomendo comprar as passagens de trem pra Rússia com antecedência (um mês, pelo menos), ainda mais durante a Copa. Você ainda tem muito tempo. hehe

      – Cartão. Cartões de débito são aceitos em mais da metade dos lugares, mas eu recomendo que você tenha sempre dinheiro em espécie com você. Até mesmo em Moscou, muitos lugares não aceitam cartão. No Brasil, aceitam cartão até mesmo pra comprar um guaraná na praia, né? Na Rússia, vários estabelecimentos nem têm a maquininha Visa/Mastercard.

      Abs

  19. WASHINGTON LUIZ CUNHA RODRIGUES

    Olá! Gostaria de obter uma informação com você. Estou programando viajar para a Russia durante a Copa do mundo em 2018 e pretendo assistir a apenas dois jogos pelas oitavas de final. O primeiro jogo estou pretendendo assistir em Kaliningrado, pois é uma cidade de menor porte comparado a São Petersburgo. O segundo jogo pretendo assistir em São Petersburgo e também pretendo ficar apenas tres dias e vou aproveitar para fazer os passeios, após fazer os passeios em São Petersburgo, pretendo viajara para conhecer Kazan, uma cidade universitária, apenas por dois dias, após visitar Kazan pretendo conhecer a antiga cidade Staliningrado onde foi decido o destino da segunda guerra mundial e conhecer alguns museus e outros monumentos, após dois dias em Staliningrado, eu pretendo viajara de trem para Moscow e ficar apenas tres dias para fazer os passeios, apos visitar Moscow devo viajara novamente de trem para são Petersburgo e embarcar de ônibus para Berlin e chegando a Berlin embarco de volta para Salvador/Bahia. Devo dizer que no embarque para a Russia, pretendo viajar de Salvador para Berlin/Alemanha e em seguida a minha opção é viajara de avião de baixo custo para Riga ou Vilnius e depois seguir de ônibus para kaliningrado. A minha preocupação é que ao desembarcar em Berlin/Alemanha eu queria poder viajar diretamente de Berlin para kaliningrado, mas soube que não existe voo direto de Berlin para Kaliningrado, pois na ida de Berlin para a Russia eu quero ir de avião para ganhar tempo e quero evitar viajar de ônibus ou trem que tenha que passar pela Bielorussia, pois precisaria de visto. Eu queria que você sugerisse as minhas alternativas para viajar de Berlin até kaliningrado, pois estou muito confuso, já que durante a copa do mundo em 2018 haverá um grande contiNgente de torcedores e turistas que se deslocarão da Europa, Ásia, África e Oceania para a Russia. Queria que você enviasse para mim como deverei me deslocar de trem pela Russia e viajar ade forma econômica, bem como devo ficar hospedado em hósteis por ser mais econômico, a não ser que contrate com uma agência no Brasil para garantir a hospedagem e passeios, pois não falo inglês nem outra língua e vou encontrar dificuldade para traduzir as palavras em Russo para poder me orientar em relação ao meu deslocamento entre as cidades através do transporte de trem, bem como em relação comunicação, logo peço a você uma orientação com suporte para poder me movimentar pelas cidades onde deverei visitar, além do mais eu não pretendo viajar sozinho, pois vou tentar encontrar com outras pessoas ou torcedores aqui no Brasil como medida de segurança para mim. Realmente se conseguir realizar esta viagem, deverá ser fascinante para mim. Queria também ter uma ideia de quantos dólares ou Euro deverei levar. É melhor levar Dólares para trocar em Rublos ou trocar Euro por Rublo na Russia ou levaria os Reais para trocar em moeda russa ou já levaria Euros ou Dólares trocados aqui no Brasil para me garantir? Estou com muitas dúvidas.

    • O Mundano

      Olá, Washington. Tudo bem? Suas dúvidas são muitas, mas vou tentar te ajudar na organização da viagem. Vamos por partes. 🙂

      1) Berlim-Kaliningrado: não há voo direto, é verdade. Os voos mais baratos de Berlim para Kaliningrado vão fazer escala em Moscou ou Minsk e custam mais de 150 euros, só ida. Alternativas:
      –> tem ônibus da empresa Ecolines que faz a rota. Vc sai de Berlim às 22h e chega a Kaliningrado no dia seguinte, às 16h45. Custa 77 euros.
      –> tem um voo barato de Berlim pra Szymany (Polônia) com a empresa Sprint Air. De Szymany, você teria que ir de trem até a cidade de Olsztyn, depois até a cidade de Bartoszyce e aí sim ir pra Kaliningrado.
      –> ir direto para os Bálticos: hoje, a opção mais barata e cômoda de Berlim para Kaliningrado é, provavelmente, viajar com a empresa Ryanair para Vilnius (Lituânia). O ônibus de Vilnius para Kaliningrado demora umas 9 horas.
      –> blablacar.com: este é um site de carona compartilhada. Seria a melhor opção entre todas, já que um carro faz Berlin-Kaliningrado em 9 horas e o custo é inferior ao da passagem de ônibus. O problema é que você não tem uma garantia total e nem sempre você consegue planejar com muita antecedência.

      Pessoalmente, acho que ir de ônibus com a Ecolines é a melhor opção hoje, mas até 2018 talvez tenhamos mais conexões aéreas com Kaliningrado, né?

      2) Dinheiro
      É muito difícil programar um orçamento com tanta antecedência, principalmente em reais e rublos, que variam tanto com relação ao dólar e ao euro. Sugiro que você leia estas postagens que fiz chamadas “Copa na Rússia – eu vou!”. Acho que ajudam:
      https://cafecomkremlin.com/2014/07/24/copa-na-russia-eu-vou-post-1/
      https://cafecomkremlin.com/2014/08/02/copa-na-russia-eu-vou-post-2/
      https://cafecomkremlin.com/2014/08/13/copa-na-russia-eu-vou-post-3-2/

      Sobre trocar dinheiro, o ideal é você trazer euros ou dólares trocados no Brasil. Se você trouxer reais, vai pegar um câmbio muito desfavorável na Europa (e é mto difícil trocar). Venha com euros ou dólares e compre rublos direto na Rússia.

      3) Trens. Tenho uma postagem explicando tudo sobre trens na Rússia. Aqui você entende como comprar, onde, que classe etc. https://omundano.com/2013/01/03/como-viajar-de-trem-pela-russia/

      4) Turismo. Além de Moscou, este blog tem também dicas de turismo na cidade de Kazan. Prometo em breve fazer postagens sobre São Petersburgo e Volgogrado (a cidade já não se chama Stalingrado).

      5) Hospedagem. Hostel é sem dúvida a opção mais econômica. Há cinco anos, era meio difícil encontrar hostal legal até em Moscou. Agora, temos cada vez mais opções ótimas em todas as grandes cidades. Acho que você pode pensar nisso quando a viagem estiver mais próxima, mas não se preocupe muito com o tema. Além disso, existe a famosa opção do site Couch Surfing (couchsurfing.com), onde você pode ficar com pessoais locais, de graça. É só levar o sorriso e histórias pra contar. Com boa vontade, até o idioma deixa de ser uma barreira. 🙂

      Como no Brasil, acho que vai ser fácil viajar com um grupo de colegas, seja gente que você conhecerá ainda aí ou pessoas que você vai conhecer já “na estrada”. O mais importante é não ter medo de se lançar na aventura.

      Qualquer coisa, estou por aqui.

      Abraços.

      • washington luiz c. rodrigues

        Agradeço gentilmente pela orientação. No momento estou com algumas dúvidas para saldar alguns débitos, mas o mais breve possível vou fazer uma poupança com a finalidade de empreender esta viagem. Queria encontrar com alguma pessoa ainda no Brasil que também tenha interesses afins ao meu em relação a copa do mundo na Russia, inclusive também em relação ao meu roteiro, pois nem sempre o meu roteiro vai coincidir com o roteiro de outras pessoas. Viajar sozinho é complicado, pois não domino outro idioma, mas pretendo fazer um curso de inglês o mai breve possível. A opção de viajara de avião de baixo custo de Berlin para Vilnius é mais conveniente para mim e assim que chegar a Vilnius embarco para Kaliningrado de ônibus, pois não acredito que tenha trem entre Vilnius e kaliningrado. Existe avião entre Vilnus a Kaliningrado? Porque ganharia tempo, pois queria chegar na véspera do jogo pela copa do mundo em kaliningrado e não no dia do jogo.Qual é a melhor opção de viajar de kaliningrado para São Pertersburgo. Sandro, vi recentemente na internet um avião de baixo custo saindo de Paris com destino para São Petersburgo no valor de R$161,00 em reais, logo seria mas econômico esta opção, entretanto eu teria que esquecer kaliningrado e optar em assistir ao jogo em São Petersburgo e o segundo jogo seria a cidade de Kazan, logo pela logística esta seria a opção mais econômica. Após assistir ao jogo em Kazan e fazer os passeios em Kazan, seguiria para Volgogrado, após ficar dois dias em Volgogrado, embarco de trem para Moscow onde permaneceria tres dias para passeio, após passar tres dias em Moscow, viajo novamente para São Petersburgo e a partir de São Petersburgo, eu viajara de ônibus da Ecolines para Berlin ou Frankfur e, em seguida, embarcaria para o Brasil. Em relação aos hósteis dessas cidades da Russia onde devo visitar eu terei que conseguir uma pousada o mais rápido possível, caso contra´rio não encontraria mais vagas, pois muitos europeus, asiáticos irão para Moscow e vai ficar difícil para mim encontrar vagas em hósteis, além do mais estou no Brasil e quem está na Europa ou Ásia terão mais facilidades de encontrar vagas, e conforme você disse, a Russia ainda não dispondo de uma estrutura em hósteis, pois para ficar em hotéis na Russia seria muito caro para mim custoso as diárias. Queria que você analisasse esta mensagem e pudesse me responder em relação ao meu roteiro. Se você souber de algum homem ou mulher de um bom nível que tenham interesse de viajar para o Copa do Mundo na Russia gostaria de que você mencionasse o meu nome

      • O Mundano

        Olá, Washington. Respondendo às suas duas mensagens:
        1) não há voo direto entre Vilnius e Kaliningrado. Mas como já te disse, falta muito tempo ainda para a Copa e pode ser que abram rotas novas, por causa do evento. Aguardemos.

        2) Kaliningrado-St Petersburgo: há voos diretos, com a empresa Aeroflot. Os preços hoje começam em 75 euros, somente ida.

        3) Acomodação: como te disse, você pode fazer todas as reservas por Internet, através do site booking.com. Quem está na Europa tem a mesmíssima facilidade de quem está no Brasil. É só buscar no site que eu citei. De qualquer maneira, isso você só vai conseguir fazer um ano antes do início da Copa. Agora ainda tá muito cedo, ok? Não se preocupe com isso agora.

        4) Idioma: saber inglês vai ajudar, sem dúvida, mas confio também na linguagem corporal e na nossa espontaneidade. E os russos não costumam saber inglês mto bem. Venha sem medo porque – de uma maneira ou de outra – as pessoas se entendem.

        5) Gastos: não tenho um orçamento e nem conheço agências aqui para recomendar. Mas se a ideia é economizar, acho que vc consegue fazer os passeios de forma independente. Com certeza vai conhecer pessoas e fazer isso com novos amigos. Isso não vai ser um problema. Viajantes se juntam sempre. 🙂

        Tem um grupo no Facebook com um monte de brasileiro que quer vir pra Rússia na Copa. Acho que pode te ajudar: https://www.facebook.com/groups/Russia2018euvou/

        Abraços e boa semana.

      • washington luiz cunha rodrigues

        Olá Sandro! Foi bastante esclarecedor a sua informação sobre como proceder para se deslocar e conseguir uma hospedagem econômica na Russia e o mais importante agora é fazer uma poupança para angariar recursos para a copada do mundo,. Eu queria ir com algumas pessoas do Brasil, não necessariamente com um grupo extenso de pessoas, queria ir com tres pessoas no máximo, porém cada pessoa tem interesses diferenciados. Eu estou ainda analisando o custo e beneficio do meu roteiro, anteriormente disse que queria ir de Berlin para Kaliningrado, sendo que você me apresentou várias opções, bem como queria dizer que vi na internet uma opção aérea de baixo custo entre Paris a Moscow e Paris a São Petersburgo. Caso viaje de paris para São Petersburgo pela empresa aérea debaixo custo, eu excluiria a cidade de Kaliningrado do meu roteiro, e incluiria como ponto de partida a cidade de São Petersburgo, assim como assistiria o meu primeiro jogo na cidade de São Petersburgo, além de ficar durante tres dias em São Petersburgo para fazer os passeios, entretanto eu dependeria de que a tabela dos jogos pela Copa do Mundo já tenham sido publicados a fim de que já programe a minha viagem de Paris para São Petersburgo. Após ficar tres dias em São Petersburgo, pretendo assistir o segundo jogo na cidade de Kaza e ficar tres dia para fazer os passeios em Kazan; apśo ficar os tres dias em Kazan, pretendo ir de trem para Valgogrado, antiga staliningrado, e pretendo ficar apena um ou dois dias; após passar em Valgogrado, viajo com destino a Moscow e pretendo ficar tres dias para fazer os passeios em Moscow. Em seguida, pretendo viajar de ônibus de Moscow para Berlin ou se não houver, eu terei que embarcar de trem de Moscow para São Petersburgo e depois, embarcar de ônibus de São Petersburgo para Berlin. A outra preocupação é poder reservar hósteis em algumas dessas cidades da Russia onde terei a oportunidade de conhecer durante o evento da copa do mundo, pois terei e que reservar com muita antecedência, senão não encontrarei vagas, considerando um grande numero de torcedores e turistas que viajarão para a Russia, bem como terei que comprar as passagens de trem pela internet com antecedência. Anteriormente, estava com o projeto de embarcar de Berlin, pois tinha o interesse de fazer um tour pela cidade de Berlin e depois embarcar pela airbaltic para Riga ou Vilnius e depois embarcar de ônibus para Kaliningrado, mas implicaria em mais custos para mim de modo que achei prudente embarcar de Paria para São Petersburg ou Berlin para São Petersburgo mediante uma empresa aérea de baixo custo. Eu queria que você me orientação em relação aos passeios em Moscow, São Petersburgo e Kaza porque as agências de turismo aqui no Brasil, a exemplo da CVC entre outras cobram valores muito altos para fazer os passeios, incluindo o transfer e hotel, pois o meu objetivo consiste em ficar hospedado em hósteis ou através de outro sistema que você me informou, senão não terei recursos para viajar para a Russia e assistir pelo menos a dois jogos pela Copa do Mundo pelas oitavas de final. Queria que você pudesse me indicar alguma agência na Russia que ofereça preços mais econômicos pra fazer os passeios. Enfim, agora e fazer a minha poupança até 2018. Queria ter uma ideia de quanto seriam em Euro ou Dólar para fazer este viagem até a Russia, incluindo alimentação, transporte e hospedagem, excluindo os ingressos para os dois jogos pela Copa e passagem aérea. Confesso que queria encontrar com algumas pessoas que tivesse interesses afins ao meu para não viajar sozinho para a Russia, pois não falo outro idioma, inclusive pretendo entrar numa escola de inglês para não passar uma vexame na Russia, pois seria pior não dominar outra língua para não ter dificuldade de comunicação na Russia, a exemplo do inglês. Até breve

  20. Thais

    Olá, estou pesquisando a respeito da viagem de trem entre Pequim com destino a Moscou, e pelo que li, que vc e outras pessoas escreveram, vi que as passagens só começam a ser vendidas 45 antes do embarque. Gostaria de saber se vc pode confirmar pra mim valores estimados, e se realmente há esta travessia em Março (vou em 2017). Pois já estarei na China quando as passagens abrirem para a venda e preciso me programar.
    Desde já, muito obrigada pela atenção! E parabéns pelo blog 😉

  21. maria alice andrade da costa bela

    que grande aventura!
    vai ser uma coisa seria!
    o comboio tem casa de banho,com chuveiro?
    lamento ter já 72 anos porque seria uma aventura que me agradava fazer!
    boa viagem e tudo de bom.
    bj.alice

    • O Mundano

      Oi, Alice. Mas 72 anos é super jovem!! Faça a Transiberiana, sim. É uma viagem deliciosa!!! 😀

      Bjs

  22. Olá Mundano, tudo bem? Muito muito obrigada pelos seus posts, são muito esclarecedores e de grande ajuda! Estou viajando o mundo sozinha, no momento uma pequena parada de descanso em Jeri, no ceara e final de janeiro irei visitar uma amiga na Finlândia, a ideia é Ir a Lapônia tentar ver a aurora boreal e comecei a pesquisar o que fazer saindo de lá, e São Petesburgo e moscou e me pareceram ótimas opções, e aí veio nas pesquisas a transiberiana. A ideia é sair de moscou e como tenho tempo, fazer quantas paradas precisar e conhecer as cidades, mas também não queria me estender muito, minha preocupação, ficar uma coisa chata tudo branco e frio o tempo todo. Eu nunca estive em lugares com menos de 0 graus e nunca vi neve de ter tudo branco em minha volta. Minha mochila costuma ser de 12 kg, e levo uma fleece e uma jaqueta impermeável, mas terei que incrementa-lá para esse frio todo. Dentro do trem é bem quentinho?tive que dormir no caminho de Santiago nos pirineus em lugares sem calefação e foi horrível risos
    Ainda tenho dúvidas se vale ir a Vladivostok ou seguir pela Mongólia e china. China está nos meus planos, e explorar mais o que der por ali, como as Coreias, e já quero sair do Brasil em janeiro com o visto para em abril ver as cerejeiras no Japão, então meu limitador de tempo seria início de abril.
    Eu gostaria se possível de manter contato com você! Essa é a página da minha viagem no facebook: https://m.facebook.com/golporai/ muito muito obrigada pela atencao,
    Bjs
    Goldie

    • O Mundano

      Oi, Goldie. Mil perdões pela demora em responder. Tive um outubro super agitado e ocupado.

      O meu facebook é http://www.facebook.com/sandrocfernandes. E email: sandrocfernandes@gmail.com Posso te ajudar com o que for preciso. Eu vou fazer a Transiberiana de novo, agora em janeiro, começando dia 5. Será uma viagem de um mês e vou até Vladivostok, como fiz antes, na viagem que postei no blog. Pena que você começa só depois. Se não, poderíamos viajar juntos.

      Sobre a roupa: dentro do trem é bem bem quentinho e tem calefação em todos os lugares. Não é como na Europa, onde a gente passa frio no inverno rsss Mas como vc quer viajar pela Sibéria, tem que ver MUITO BEM as roupas. Pode deixar pra comprar em Moscou, mas o fleece não é suficiente. Tem que ser roupa de inverno russo. Acho melhor (e mais barato) comprar em Moscou mesmo. Qualquer shopping ou loja de esportes de inverno vai te recomendar a roupa adequada para encarar o frio siberiano. Espero temperaturas inferiores a 30 graus negativos. Sim, isso mesmo. Em Moscou, mês passado, já bateu 9 negativos. Imagina fevereiro (alto inverno) na Sibéria… rsss

      Beijos

  23. Allan

    Olá meu querido. Dicas excelentes. Estou pensando ir agora em julho/17 fazer a transiberiana sozinho (não consigo nenhum amigo para ir). Nas cidades que indicastes (Kazan –> Ekaterinburg –> Novosibirsk (Tomsk) –> Irkutsk –> Chita) – são necessários quantos dias em cada uma?
    Na região do lago baikal 4 dias são suficientes?
    Terei 20 dias de férias.
    Abraços

    • O Mundano

      Olá, Allan. Tudo bem? Perdão pela demora em responder. Estava de férias no Brasil. Então, como vc tem apenas 20 dias de férias, eu tiraria Chitá logo de cara. Kazan vale pra dois dias, mas se você tem tão pouco tempo, dá pra ficar um dia e aproveitar bem. No Baikal, quatro dias são suficientes, sim. Ecaterimburgo: dois dias. De Novosibirsk pra Tomsk você vai perder umas cinco horas no trem. Considere isso. Tomsk vc visita tranquilamente em um dia. Novosibirsk é grande e eu deixaria dois dias. De qq maneira, se você não curte cidade grande, pode reduzir seu tempo nelas também. 😀 Abraços

  24. Evariste

    Olá, amigo Mundano! Obrigada pelos posts.
    Você chegou a experimentar o Rossiya (Moscow – Vladivostok)?
    Se sim, poderia me ajuda com uma dúvida? Parece que fora da alta temporada há somente um vagão de primeira classe. Ele possui chuveiro?
    A segunda classe tem acesso à chuveiro mediante pagamento de taxa?
    Muito obrigada pelas valiosas dicas!

    • O Mundano

      Olá, Evariste. Nunca viajei na primeira classe e não sei se tem chuveiro. Mas vc queria fazer a viagem direto, de Moscou a Vladivostok?? Wooooow! Coragem!!!! hehe

  25. Juliana Lima

    Olá! Excelente post! Pretendo ir à Rússia em Outubro e gostaria de ir de Irkutsk na Sibéria até Ulan Bator na Mongólia via Transiberiana, mas sempre que faço uma busca no rdz.ru aparece a mensagem “sold out” (“esgotado”), até mesmo para a última data possível. Você sabe se as passagens são vendidas tão rapidamente assim ou há algum erro?

    • O Mundano

      Oi, Juliana. Com certeza o site está com erro. Na verdade, eles começam a vender 60 dias antes da data da viagem. Acredito que vc, a esta altura, já tenha conseguido comprar, né? Abração e boa viagem.

  26. Carissimo Sandro, tenho acompanhado perguntas e seus pertinentes recomendações no seu excelente post, obrigado pelas dicas que eu tenho levado em consideração para minha viagem. Parto 25/set/2017 de Sao Paulo para St Peter dia 25 de setembro. Pego um avião para Vladi (até aqui todas as passagens compradas) de onde iniciarei a viagem de volta de trem. Um mês de férias. Um colega com quem eu fiz o Monte Roraima vem junto. Eu sei que o tempo pode ser curto mas te agradeceria seu parecer sobre as cidades planejadas: Vladi, Khabarousk, Chita, Ulan Bator, Ulan Ude, Lago Baikal, Irkusk, Novosibirrsk, Ekaterimburgo, Moscow e finalmente St. Peter de onde volto para o Brasil. Veja que só tem um bate-volta para a Mongolia. Meu interesse é museus/arte, música erudita, costumes/tradições do povo. Pretendo viajar com um certo conforto. Quando e como comprar tickets de trem com tantos trechos? Viajar em primeira é caro de mais? Refeiçoes pretendo gastar entre R$100 e R$200/dia. O que vc acha? Da tempo? Vc tiraria algum desses destinos? substituiria por outro? muito obrigado.

    • O Mundano

      Olá, camarada. Perdão pela demora em responder. Você já deve estar c a viagem toda comprada, né? Como ficou seu roteiro no final das contas? Eu achei bem bem bom o seu plano. Mudou alguma coisa? Conta pra gente. 😀

    • O Mundano

      Ah. Viajar em primeira classe é caro. Super recomendo a classe PLATZKART. É bem confortável, limpinha e rende as melhores experiências. 😀

  27. Olá Sandro!!
    Vou sozinha pra Rússia em 2018 no final ou logo após a Copa do Mundo. Gostaria de ir até Beijing mas não tenho visto pra China, então acho que só vou até a Mongólia infelizmente.
    Que site vc usa pra comprar passagens na transiberiana?
    Cada trecho é vendido separadamente né?
    Pergunto isso pra saber qtos dias de férias precisarei pra fazer essa rota.
    E se alguém estiver indo pra lá nessa época e quiser manter contato, vou adorar!

    • O Mundano

      Oi, Zeni. Tudo bem?

      Pra comprar as passagens da Transiberiana, vc pode usar o site oficial rzd.ru ou um site que é mais fácil pro usuário chamado tutu.ru. No segundo site, vc paga uma comissão por cada compra.

      Os trechos são vendidos separadamente, sim. Tem comprar cada pedacinho da viagem. 😀

      Abraços e boa viagem

  28. Olá Sandro, de fato já comprei todos os trechos, embarco em 15 dias. Descobri que o melhor é comprar todos os trechos na empresa Real Russia, empresa inglesa especializada em turismo na Russia. Super atenciosos e honestos. Apos ter feito todas as reservas e pago todos os trechos tive uma surpresa agradável, uma devolução de UD$560 pois alguns trechos tinham ficado mais baratos e coisa e tal…Farei sim uma viagem em classes 1a, 2a e business class desde Vladi a St. Peter com uma entradinha de 4 dias na Mongolia. Nos lugares com pouco tempo de estadia contratei tours com a mesma empresa (Real Russia), eles te enviam todos os detalhes de cada passeio. Quase um mes de viagem. depois conto como foi, mas estou bem animado. apenas gostaria de saber qual chip e qual companhia comprar para internet, vc pode me ajudar nisso? obrigado

    • O Mundano

      Opa, camarada. Não conheço a empresa, mas que bom que vc teve uma boa experiência c eles. Quero, sim, q vc me conte como foi a viagem. 😀

      Sobre o chip, olha, as companhias de telefone da Rússia costumam ter tarifas muito boas para internet. Eu uso MTS, mas a Beeline tb cobre todo o território russo. Qualquer uma das duas vai funcionar bem. Sugiro que, na hora de comprar, vc explique q vai viajar até Vladivostok e que precisa de internet. Na maioria das tarifas, vc só paga extra quando chega ao Extremo Oriente da Rússia.

      Abs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: