Yaroslavl: a cidade dourada é a nossa primeira parada na Transiberiana

Depois de ter dado o pontapé da Transiberiana lá em Moscou, a megalópole russa, seguimos nossa viagem com uma parada na histórica cidade de Yaroslavl, fundada em 1010 pelo grão-príncipe de Kiev, Yaroslav. A cidade faz parte do famoso Anel de Ouro (circuito de cidades a nordeste de Moscou que estão entre as mais antigas da Rússia) e seu centro histórico é patrimônio da Unesco.

Saí de Moscou numa sexta-feira, depois do almoço, e fiquei aqui até segunda de manhã. São apenas quatro horas de trem (250 km) e a passagem custa 800 rublos.

Chegando à estação de trens de Yaroslavl, pegue o bonde n.6 para o centro, até a praça Vermelha deles (Krasnaya Ploschad). Fiquei em um albergue ali perto da praça, na Prospekt Oktyabrya, 11. Hostal Good Luck. Organizado, limpinho, staff simpático. Perfeito! E a localização não poderia ser melhor. Preço: 500 rublos.

Tendo a questão da acomodação resolvida, volte para a Praça Vermelha e dali desça para o rio, por um bulevar que se chama Ulitsa Krasny Sezd. Eis o Volga, o maior rio da Europa. Aprecie a vista (se os mosquitos deixarem). Quando eu cheguei ao rio, o DJ do bar que fica ali no calçadão resolveu tocar o tal do “Bereberebere Barabarabara”. Apesar de não ser exatamente o meu gosto musical, fico feliz por poder escutar estas musiquinhas comerciais em português.

Depois de se deliciar com o Volga, recomendo um passeio de barco. Dura uma hora e custa entre 150 e 250 rublos (R$ 10 – 16), dependendo do barco. Se estiver muito calor, cheque os horários do último barco e faça o passeio no pôr-do-sol. Dali do porto, caminhe para a direita, em direção à igreja gigante que você vai ver ao fundo.

Seguindo pela margem do rio, o único desvio obrigatório é na Pereulok Narodnaya, onde você vai andar 50 m até a praça Sovetskaya. Na praça, a Igreja do Profeta Elias. Mais do mesmo? Mais uma igreja linda como todas as outras? Não, não, não. Entre nesta, por favor. São 70 rublos (R$ 5) que serão bem investidos. A igreja é do século 17 e tem uns afrescos muito lindos. Acho que é uma das igrejas mais bonitas que já vi na Rússia. Fotos abaixo:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Depois de ter visto a Igreja do Profeta Elias, recomendo que você volte para a margem do rio e siga andando, andando, andando (não desça as escadas para o rio nem atravesse a ponte – se fizer isso, volte para seguir o trajetinho). Em um determinado momento, você chegará ao Mosteiro da Transfiguração do Salvador, com seu looongo muro branco. A entrada principal – Portão Sagrado – é a estrutura mais antiga do complexo religioso, construída em 1516!!! Vale a pena visitar. O ingresso com a visita à torre (tem como subir e ter uma vista legal da cidade) custa aproximadamente R$ 15.

Seguimos caminhando? Agora é somente para os não-preguiçosos. Continue pela margem do rio e atravesse a segunda ponte, que se chama Prospekt Tolbukhina. À direita, você vai ver a Igreja de São João Batista, construída na segunda metade do século 17 e que aparece na sua nota de 1000 rublos.

Agora é só pegar um ônibus de volta para a Krasnaya Ploschad e descansar às margens do Volga.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios
Categorias: Uncategorized | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: